Entenda como o conflito entre os países impacta o mercado brasileiro.

 

O g√°s natural √© uma fonte de energia com menor impacto ambiental em rela√ß√£o a outros combust√≠veis f√≥sseis. Comumente designado como o ‚Äúcombust√≠vel da transi√ß√£o‚ÄĚ, pode ser uma rota para substituir fontes mais poluentes em diversos processos, inclusive industriais, no transporte e na gera√ß√£o termel√©trica, al√©m de ser uma fonte firme que abre espa√ßo para alternativas renov√°veis, como o biog√°s e o biometano.

Mas qual a rela√ß√£o entre a Guerra da R√ļssia-Ucr√Ęnia e o g√°s natural?

A R√ļssia √© um dos principais produtores e exportadores mundiais de petr√≥leo e g√°s e um dos principais supridores da Europa. Em 2021, a R√ļssia foi respons√°vel por quase 10% de todas as exporta√ß√Ķes mundiais do petr√≥leo e para a Uni√£o Europeia, foi respons√°vel por ~40% das importa√ß√Ķes de g√°s.

No entanto, quando colocamos a lupa sobre o gás natural, vemos que os preços negociados nos hubs internacionais já seguiam em uma trajetória ascendente desde meados de 2021 (Gráfico 1).

Gráfico 1: Evolução dos preços internacionais de gás natural

Evolução dos preços internacionais de gás natural

Fonte: EIA, Investing e Banco Central. Elabora√ß√£o: Comerc G√°s.

A eleva√ß√£o dos pre√ßos √© resultado de uma conjun√ß√£o de fatores que perpassam o aumento mundial da demanda pelo energ√©tico, a redu√ß√£o da oferta e dos estoques, principalmente na Europa, e as quest√Ķes geopol√≠ticas.

Desde o in√≠cio do ano passado, a demanda mundial de g√°s tem apresentado franca recupera√ß√£o como um resultado da diminui√ß√£o das restri√ß√Ķes da pandemia pelos pa√≠ses, √† implementa√ß√£o de pol√≠ticas de transi√ß√£o energ√©tica na Europa e √Āsia e a uma maior necessidade de gera√ß√£o termoel√©trica dada √† baixa hidrol√≥gica na Am√©rica do Sul.

Apesar desse aumento, a oferta mundial de g√°s n√£o acompanhou o crescimento da demanda. Em 2021, as pol√≠ticas de transi√ß√£o energ√©tica da Europa reduziram cerca de 20% da produ√ß√£o de g√°s, aumentando, assim, a depend√™ncia das importa√ß√Ķes, seja por GNL quanto por gasoduto. Enquanto as infraestruturas de GNL n√£o receberam os devidos investimentos para aumento e manuten√ß√£o de sua capacidade.

Podemos incluir aos fatores que tem impulsionado a subida de pre√ßos, o clima mais quente que o esperado no ver√£o Europeu do ano passado, que requereu maior gera√ß√£o termoel√©trica para atender a refrigera√ß√£o, fazendo com que os estoques reduzissem ainda mais em um per√≠odo em que usualmente s√£o repostos para o pr√≥ximo inverno, resultando na menor estocagem dos √ļltimos anos.

Al√©m disso, somado a este cen√°rio, temos a quest√£o do novo gasoduto que conecta a R√ļssia a Alemanha ‚Äď Nordstream 2. Este projeto tem sido alvo de grande controv√©rsia desde a sua concep√ß√£o, pela inten√ß√£o da Uni√£o Europeia de reduzir sua depend√™ncia do g√°s russo.

Com o acirramento das quest√Ķes entre R√ļssia e Ucr√Ęnia e a press√£o de diversos pa√≠ses, incluindo os EUA, a Alemanha, respons√°vel pelo comissionamento deste gasoduto, decidiu suspender a sua chancela. Como repres√°lia, a R√ļssia reduziu sua oferta de g√°s dos contratos de curto prazo e spot, o que impactou fortemente os pre√ßos nos mercados da Europa e √Āsia (TTF, NBP e JKM).

Embora a guerra n√£o tenha provocado uma redu√ß√£o dos volumes de exporta√ß√£o de g√°s russo para Europa, uma vez que o pa√≠s est√° cumprindo seus contratos de longo prazo, o mercado respondeu negativamente √† expectativa diante da possibilidade de uma interrup√ß√£o das exporta√ß√Ķes.

Como resultado, o pre√ßo do g√°s natural na Europa chegou a subir 50% ap√≥s a invas√£o na Ucr√Ęnia. Esse aumento apoiou os pre√ßos spot asi√°ticos de GNL, que subiram 30%. A expectativa √© que os pre√ßos do g√°s natural dever√£o permanecer extremamente vol√°teis no atual contexto de incerteza do mercado.

Em resumo, a pressão em cima dos preços do petróleo e do gás natural vem como consequência do conflito, da limitação da oferta dessas commodities, os baixos níveis de armazenamento de gás na Europa e a dificuldade prática que o continente tem de substituir o gás russo no curto prazo.

Apesar de vermos os pre√ßos do g√°s na Europa e √Āsia fazendo um verdadeiro rally, o cen√°rio n√£o impactou da mesma maneira o pre√ßo do g√°s nos Estados Unidos. Como ele √© formador e n√£o tomador de pre√ßo, por sua posi√ß√£o como grande exportador de g√°s, o Henry Hub √© mais impactado pela demanda dom√©stica do pa√≠s. No entanto, com o acordo EUA-Uni√£o Europeia de aumento das exporta√ß√Ķes americanas para a Europa, o pre√ßo do Henry Hub subiu consideravelmente nas √ļltimas semanas.

O plano da União Europeia de redução da dependência do gás russo não trouxe muita novidade, dado que diversos pontos que já estavam sendo trabalhados pelos países. Este é um plano de longo prazo, visto que grande parte vem de aumento da produção de outras fontes e importação de outros países, que requerem, no mínimo, investimentos em infraestrutura.

 

Saiba mais sobre o mercado de G√°s Natural no Brasil lendo outros conte√ļdos do Panorama:

>> Você sabe como funciona o mercado livre de gás natural?
>> O que √© G√°s Natural? 
>> Movimentos do Mercado de G√°s Natural

 

Impactos do cenário internacional no preço do gás do Brasil

O g√°s natural desempenha um papel importante na matriz energ√©tica brasileira, seja no abastecimento da ind√ļstria como tamb√©m no atendimento de termoel√©tricas em momentos de crise h√≠drica, como ocorreu em 2021.

Mesmo sem transa√ß√Ķes diretas deste energ√©tico com a R√ļssia, a volatilidade dos pre√ßos no mercado internacional √© refletida nas condi√ß√Ķes praticadas pelo setor de g√°s natural interno e, consequentemente, nas negocia√ß√Ķes e pre√ßos de outros produtos.

O g√°s natural que chega √†s ind√ļstrias, postos de combust√≠vel, com√©rcio e resid√™ncias √© negociado pelas distribuidoras dos estados que atendem esses usu√°rios. Cada contrato firmado entre as distribuidoras e os supridores trazem regras claras de como e quando a mol√©cula de g√°s ser√° reajustada.

Essa fórmula de reajuste segue o mercado internacional, ou seja, ela usa indexadores para precificar a molécula de gás natural comercializada no Brasil. Hoje, a maior parte do volume contratado pelas distribuidoras é indexado ao petróleo Brent. Ou seja, em termos práticos, os preços do gás natural no Brasil acompanham a variação de preço do petróleo comercializado no mercado internacional.

Existem outros indexadores ligados diretamente ao mercado de gás natural, como o Henry Hub (Estados Unidos), o TTF (Holanda), o NBP (Reino Unido) ou mesmo o JKM (marcador de GNL Japão/Coreia), mas sua aplicação nos contratos de suprimento de gás natural no Brasil é recente e restrita a poucos casos.

Al√©m disso, √© importante ressaltar que esses contratos de suprimento consideram tamb√©m a taxa de c√Ęmbio na precifica√ß√£o da mol√©cula de g√°s natural. Por isso, a alta do pre√ßo do petr√≥leo nos mercados internacionais acaba amortizando os benef√≠cios que a valoriza√ß√£o do real poderia trazer para combust√≠veis e tarifas de g√°s nos pr√≥ximos meses.

Os aumentos at√© ent√£o das tarifas n√£o refletem o cen√°rio de guerra, mas o de recupera√ß√£o da demanda mundial. Como as distribuidoras fazem pass through do custo do g√°s, ou seja, repassam diretamente suas condi√ß√Ķes comerciais dos seus contratos de suprimento para os clientes, algumas distribuidoras j√° aumentaram em mais de 100% nas suas tarifas quando comparadas as de 2020. Infelizmente, pr√≥ximos meses, o cen√°rio n√£o √© animador, sendo esperado que o pre√ßo do g√°s natural no Brasil se eleve ainda mais, podendo chegar em at√© em +33% (Gr√°fico 2).

Gráfico 2: Evolução dos preços de gás natural no citygate (Petrobras)

Evolução dos preços de gás natural no citygate (Petrobras)

Fonte: Contratos distribuidoras. Elaboração: Comerc Gás.

 

>> No nosso Comercast, também falamos sobre isso. Ouça agora!

 

Como a COMERC G√°s pode me ajudar?

Em momentos como esse é fundamental, mais do que nunca, estar atento aos movimentos dos mercados nacional e internacional.

A Comerc G√°s est√° preparada para suport√°-lo no acompanhamento e an√°lise desse mercado, na engenharia de seus contratos, auxiliando a tomada de decis√£o, inclusive para o mercado livre.

Gostaria de conhecer mais sobre o mercado de g√°s natural e como sua empresa pode ser mais competitiva? Entre em contato conosco!

Quer saber mais sobre nossas solu√ß√Ķes? Fale com nossos especialistas.
Preencha o formul√°rio abaixo e descubra como a Comerc Energia poder√° ajud√°-lo. Nossa equipe est√° pronta para orientar e guiar voc√™ no melhor e mais econ√īmico caminho.

 

Como reduzir custos na sua empresa

Separamos 6 dicas para te ajudar com a economia de energia no final do mês.

Baixar ebook

Mais notícias sobre Energia Renovável