Conhecer os tipos de geração de energia que existem e qual é o plano de expansão para a geração do setor é importante para entender melhor todas as oportunidades no processo de fornecimento de energia elétrica.

Descubra os principais tipos de energia no Brasil com a Comerc Energia! 

A energia elétrica que chega em nossos estabelecimentos, passa por uma série de etapas até que possa ser consumida e tudo começa no momento em que ela é gerada e de que forma isso acontece.

Pensando nisso, colocamos em foco o tipo de energia que ser√° gerada e isso determinar√° se aquele insumo ser√°, renov√°vel e limpo, por exemplo.

.Neste sentido, temos algumas possibilidades de geração de energia. Continue a leitura para saber mais e entender como o Brasil se posiciona neste ponto.

 

Energia Limpa no Brasil: a protagonista do setor elétrico brasileiro

O Brasil hoje, tem como umas de suas principais fontes de abastecimento de energia, a geração das nossas hidrelétricas, que possuem uma boa atuação dentro do setor elétrico.

Isso se deve ao grande n√ļmero de rios, extensos e com boa capacidade h√≠drica, que somado ao relevo irregular, fornece naturalmente um fluxo intenso de √°gua, excelente para o funcionamento das usinas.

Sendo assim, o setor elétrico brasileiro se estabeleceu também com uma fonte de energia renovável, causando menos impacto ambiental e usando um recurso infinito para a geração de energia.

Por√©m, √© importante lembrar que, ser renov√°vel n√£o √© sin√īnimo de ser limpa!

Mas ent√£o o que √© ‚Äúenergia limpa‚ÄĚ? Apesar de ser um termo comum, √© normal que se confundam as defini√ß√Ķes, por isso vamos relembrar alguns conceitos antes de continuar.

 

Energia Limpa: O que é?

√Č definido como energia limpa aquela proveniente de uma fonte de energia que n√£o emite poluentes atmosf√©ricos durante o processo de produ√ß√£o.

Ou seja, a geração de energia limpa vem de fontes renováveis que não agridem o meio ambiente e por consequência, não contribuem com o aquecimento global.

Ao adotar fontes de energia limpa, os países ajudam no combate às mudanças climáticas e estimulam o uso consciente dos recursos naturais, onde não há necessidade da queima desses recursos.

As fontes renováveis são recursos infinitos, reabastecidos naturalmente no meio ambiente, como o vento, sol, força marítima e a energia geotérmica (calor proveniente do interior da Terra).

Já as fontes não renováveis, por sua vez, utilizam de recursos finitos, que se esgotarão ao longo do tempo. Temos como exemplo o petróleo, carvão mineral, gás natural e a energia nuclear.

>> Saiba mais sobre as fontes de energia renováveis com a participação do Pedro Pellegrini no Comercast. Ouça agora!

Apesar de serem recursos naturais, a reposição deles na natureza pode levar milhares de anos, o que torna seu esgotamento inevitável se seguirmos com o consumo irrefreável.

Portanto, podemos considerar como fontes de energia limpas e renov√°veis, sendo √≥timas op√ß√Ķes para o futuro e sa√ļde do planeta, as seguintes fontes:

Energia Solar: gerada a partir dos raios solares que incidem em painéis fotovoltaicos;

Energia E√≥lica: resultado da for√ßa do vento nas turbinas, que transformam energia mec√Ęnica em energia el√©trica;

Energia Hídrica: obtida através do fluxo de água que passa pelas turbinas das usinas, aproveitando o potencial gravitacional da água corrente e das quedas do relevo;

Energia Geot√©rmica: energia gerada a partir do calor do interior da Terra, que se aproxima da superf√≠cie em algumas regi√Ķes em forma de vapor, que √© direcionado em grandes tubula√ß√Ķes e usado para mover as turbinas de gera√ß√£o de energia;

Energia Maremotriz: obtida através do movimento das marés, que giram as turbinas de acordo com as correntes de água e seu nivelamento;

Energia Nuclear: a energia nuclear é a energia obtida a partir da fissão e fusão nuclear, que não emitem poluentes no seu processo.

matriz elétrica-absolar-maio-2022

Fonte: ABSOLAR

 

Panorama da Energia e dos Recursos Renov√°veis no Brasil: quais s√£o as vantagens?

Os investimentos em recursos renov√°veis no Brasil seguem em constante crescimento e ainda possuem grande potencial de expans√£o.

O potencial hídrico brasileiro permitiu que nosso sistema se estruturasse com grande participação de uma fonte renovável, mas também nos levou a uma centralização da geração de energia do país, o que sobrecarrega o setor.

Depender majoritariamente das hidrel√©tricas se mostrou preocupante, j√° que devemos considerar o n√≠vel dos reservat√≥rios em caso de escassez h√≠drica.

Os planos de ação devem se atentar à expansão da matriz, somando à geração elétrica novas fontes de energia, preferencialmente limpas.

O sistema elétrico brasileiro possui características favoráveis para o desenvolvimento dessas fontes e por isso deve investir cada vez mais nesse setor, segundo dados ressaltados pelo PDE 2031 divulgado pela EPE, aumentando a porcentagem de energia limpa na nossa matriz.

O Brasil vem construindo um caminho sustent√°vel de lideran√ßa frente a alguns pa√≠ses do BRICS (Brasil, R√ļssia, √ćndia, China e √Āfrica do Sul) e pretende aprimorar o controle de consumo dos recursos energ√©ticos.

A procura por fontes de energia renováveis no mercado livre de energia vem aumentando significativamente, alterando também a participação destas fontes na matriz elétrica como um todo. Conforme destacamos no gráfico a seguir:

fontes-de-energia-renov√°veis-dados-abraceel

Fonte: ABRACEEL

Um aspecto importante que influenciou esse movimento é o barateamento da tecnologia e equipamentos, que favorece tanto o gerador, como o consumidor final.

São muitas as vantagens de se investir em fontes de energia limpa e renovável no mercado livre, onde podemos destacar a sustentabilidade, economia e previsibilidade orçamentária, diversidade na matriz, menor impacto ambiental, entre outras.

 

Usinas Híbridas: é possível integrar mais de um tipo de fonte de energia limpa!

Vem crescendo em import√Ęncia a discuss√£o sobre a possibilidade de produ√ß√£o de energia com usinas que utilizem mais de uma fonte prim√°ria, chamadas de usinas h√≠bridas, com diversas propostas ganhando visibilidade, inclusive com algumas iniciativas concretas em desenvolvimento de projetos e implementa√ß√£o. No Brasil, a discuss√£o ganhou impulso com o argumento de que a complementariedade entre determinadas fontes (e√≥lica e solar, por exemplo) possibilitaria melhor aproveitamento do sistema de transmiss√£o existente e planejado.

Numa conjuntura como a atual, em que ainda h√° relevantes restri√ß√Ķes na capacidade de escoamento do sistema de transmiss√£o para novos empreendimentos, o que tem afetado em especial as fontes e√≥lica e solar (conforme verificado nos leil√Ķes de energia nova e de reserva nos √ļltimos anos), diversos agentes setoriais j√° se apresentaram √† EPE para discutir sobre o potencial de se acomodar maior capacidade de gera√ß√£o ao se reconhecer a complementariedade das fontes, intensificando, assim, o uso do sistema de transmiss√£o. Como contrapartida, seria necess√°rio gerenciar n√≠veis crescentes de curtailment ¬≤, que precisa ser corretamente estimado.

² Nesta matéria utiliza-se indistintamente os termos curtailment e corte para representar o
montante de energia gerada e não aproveitada por limitação do sistema elétrico para
escoamento dessa energia.

Al√©m disso, com a forte redu√ß√£o nos custos de sistemas fotovoltaicos nos √ļltimos anos, agentes geradores t√™m avaliado tamb√©m a viabilidade e poss√≠vel atratividade econ√īmica de se adicionar capacidade de gera√ß√£o solar junto a empreendimentos existentes de gera√ß√£o e√≥lica.

Outra fronteira importante para usinas híbridas é nos sistemas isolados, concentrados na região Norte do país. Nesses sistemas a combinação de capacidade de geração a diesel com renováveis, com ou sem armazenamento, tem se mostrado competitiva em muitos casos já estudados e até mesmo licitados.

 

Poss√≠veis combina√ß√Ķes de fontes e tecnologias nas usinas

Diversas combina√ß√Ķes tecnol√≥gicas t√™m sido propostas por desenvolvedores de projetos de gera√ß√£o de energia el√©trica e fabricantes de equipamentos, com algumas j√° tendo sido implementadas em testes de menor escala. A t√≠tulo de exemplifica√ß√£o, listamos as seguintes:

  • E√≥lica + Fotovoltaica: devido √† menor incid√™ncia de ventos diurnos em algumas regi√Ķes, h√° possibilidade de otimiza√ß√£o de custos de opera√ß√£o e investimento ao se combinar essas fontes, especialmente relacionados √† inje√ß√£o de pot√™ncia no ponto de conex√£o. Diversas empresas t√™m explorado essa possibilidade.
  • Hidr√°ulica + Fotovoltaica: pela grande disponibilidade de √°rea nos espelhos d‚Äô√°gua de hidrel√©tricas, existem projetos que utilizam pain√©is fotovoltaicos com flutuadores sobre a √°rea alagada, com poss√≠vel complementariedade sazonal de recursos. H√° projetos-pilotos nas usinas de Balbina (AM), Porto Primavera (SP) e Sobradinho (BA)¬≥.
  • Heliot√©rmica (termossolar) + outro combust√≠vel (biomassa): em usinas heliot√©rmicas, existe a possibilidade de se utilizar um combust√≠vel para aumentar seu fator de capacidade. No Brasil, h√° estudos analisando a possibilidade de utilizar biomassa como combust√≠vel complementar.
  • Biomassa + g√°s natural: a queima de g√°s natural em usinas a baga√ßo de cana, afirma-se, aumentaria o per√≠odo de despacho dessas usinas e a efici√™ncia global do ciclo t√©rmico.
  • Carv√£o + biomassa (coqueima): queima-se biomassa junto com o carv√£o na caldeira, reduzindo as emiss√Ķes de CO2 por MWh produzido. Essa alternativa j√° vem sendo implementada comercialmente em outros pa√≠ses.

Ressaltamos que os exemplos citados n√£o s√£o exaustivos. In√ļmeras outras combina√ß√Ķes podem existir, cada uma delas com seus desafios particulares para viabiliza√ß√£o.

Fontes-de-energia-comerc-gest√£o-de-geradores

Benefícios das usinas híbridas

Dentre as poss√≠veis combina√ß√Ķes de fontes e tecnologias, diferentes arranjos e configura√ß√Ķes t√™m sido apresentadas sob a denomina√ß√£o gen√©rica de ‚Äúusina h√≠brida‚ÄĚ. Dessa forma, faz-se necess√°rio, apresentar os benef√≠cios desses conjuntos.

Entre as vantagens das usinas híbridas, podemos listar:

  • Aproveitar a capacidade ociosa do sistema de transmiss√£o;

  • Otimiza√ß√£o de √°rea (uma ou mais usinas em um mesmo terreno, trazendo redu√ß√£o de custos);

  • Otimiza√ß√£o de log√≠stica, caso a implanta√ß√£o ocorra ao mesmo tempo;

  • Compartilhamento de equipamentos de conex√£o da usina √† rede;

  • E muito mais.

Informa√ß√Ķes retiradas do relat√≥rio de Estudos de Planejamento da Expans√£o da Gera√ß√£o: Usinas H√≠bridas.

Como saber que ser√° um bom investimento?

O mercado livre de energia é muito atrativo para aqueles que pensam em investir em energia limpa. O contexto, mais flexível e diverso, permite que geradores, comercializadoras e consumidores negociem de forma bilateral a contratação de energia.

√Č completamente normal se sentir indeciso no momento de migrar para o mercado livre e optar por uma boa fonte. A depender do seu perfil de consumo e do tipo de investimento que mais te interessa, seja de curto ou longo prazo.

Por esse motivo, há um forte impulsionamento no consumo e geração de energia limpa, o que acarreta em uma forte concorrência para rendimento dentro do setor.

Nesse momento, √© interessante que voc√™ esteja amparado por uma equipe especializada que possa te ajudar a escolher a melhor solu√ß√£o energ√©tica para o seu neg√≥cio com a liberdade de negocia√ß√£o garantida dentro do mercado, entre o leque vasto de op√ß√Ķes dentro do setor, como: migra√ß√£o para mercado livre, assessoria em leil√Ķes de compra e venda,  autogera√ß√£o, investimento em usinas h√≠bridas e muito mais.

 

Como a Comerc Gest√£o de Geradores pode colaborar com as oportunidades para a sua Usina?

A Comerc Gestão de Geradores é uma das maiores gestoras de energia do país, contando com um time de especialistas em diversas fontes de energia, auxiliando os seus clientes na otimização de resultados e redução de riscos.

Então, se você precisa de orientação nesse momento, a Comerc pode se tornar uma ótima parceira, te ajudando no entendimento de normas, avaliação regulatória, apoio nas estratégias de comercialização da energia.

Entre em contato com nosso time e saiba mais sobre o tema. Vamos juntos em busca de um futuro cada vez mais sustent√°vel!

>>  Saiba mais sobre as oportunidades de Gera√ß√£o de Energia com nossos conte√ļdos da Comerc Energia:


 Quer saber mais sobre nossas solu√ß√Ķes? Fale com nossos especialistas.
Preencha o formul√°rio abaixo e descubra como a Comerc Energia poder√° ajud√°-lo. Nossa equipe est√° pronta para orientar e guiar voc√™ no melhor e mais econ√īmico caminho.

 

Como reduzir custos na sua empresa

Separamos 6 dicas para te ajudar com a economia de energia no final do mês.

Baixar ebook

Mais notícias sobre Energia Renovável