Destaque

Em 2029, Brasil pode conservar 40 TWh de energia com eficiência energética

Por Comerc Energia 27/04/2020

Compartilhar

Em 2029, Brasil pode conservar 40 TWh de energia com eficiência energética

Por Comerc Energia 27/04/2020

Segundo estudos da Empresa de Pesquisa Energética, setor industrial será responsável por 38% dessa economia

O Plano Decenal de Expansão da Energia (PDE) de 2029 prevê a conservação de 40 TWh de energia elétrica com projetos de eficiência energética. O montante corresponderá a 5% do consumo total de energia previsto para o mesmo ano.

Segundo análise publicada pela MegaWhat, plataforma de inteligência e conteúdo de energia do grupo Comerc Energia, esse valor equivale a uma usina hidrelétrica de potência instalada de 10GW. Para tangibilizar ainda mais: a soma das usinas hidrelétricas de Itaipu (parte brasileira) e Xingó.

Confira a análise completa aqui.

O setor industrial será responsável por 38% dessa economia. Em seguida, vem o setor de Serviços, com 37%. Já nas residências, a previsão é de conservação de 8GWh em 2029 com a compra de equipamentos mais eficientes.

Fonte: EPE. Elaboração: MegaWhat

Para quem não sabe, eficiência energética é a atividade que busca reduzir o consumo de energia para a produção de um mesmo produto ou serviço, considerando soluções de acordo com a realidade de cada cliente.  

Com o aumento significativo nas tarifas e o cenário de redução em suas receitas, as empresas têm buscado essa atividade como solução para economizar os gastos com energia.

Leia também: Hospitais podem economizar até metade do valor pago na conta de luz com investimento em eficiência energética

Setor industrial e energia elétrica

Um dos insumos mais importantes de qualquer indústria é a energia elétrica. Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), em 2019 o custo com energia nas indústrias apresentou crescimento de 5%, quando comparado com 2018.

A entidade também apresenta um dado relevante para o setor: mais de 50% dos gastos com energia de uma indústria provém de motores elétricos, refrigeração, ar comprimido e iluminação.

Além do desperdício causado por equipamentos industriais. Só em 2016, a energia desperdiçada foi equivalente ao consumo de 4,47 milhões residências em um ano.

Esse número não é tão surpreendente quando analisamos a origem dele: a idade média dos 20 milhões de motores industriais no Brasil é de 17 anos.

Fonte: Comerc ESCO

Estamos falando de equipamentos com tecnologia defasada e, muitas vezes, sem a manutenção necessária, afetando a performance do equipamento e consumindo muito mais energia do que o necessário.

Leia também: Comerc ESCO visita clientes para elaborar projetos de eficiência energética

O que é PDE?

O Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE) é um documento elaborado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Ele é divulgado anualmente e apresenta as perspectivas para os próximos 10 anos do setor.

Ele não determina o que vai acontecer, mas indica as previsões com base em planejamentos e premissas adotadas pelo governo para o mercado.

0 Comentários