Quais são as tendências para o setor elétrico no Brasil?

Estudo exclusivo da MegaWhat mostra os caminhos do mercado de energia no país

Quais são as tendências para o setor elétrico brasileiro nos próximos anos? Considerando que este é um segmento fundamental para a aceleração econômica do país, cada vez mais o Governo tem olhado para as questões que prometem destravar esse mercado e buscar novos investimentos.

Alinhada a esse movimento mercadológico, a MegaWhat, empresa de inteligência em energia do Grupo Comerc Energia, preparou um estudo exclusivo para o lançamento da plataforma: “O Futuro do Brasil Frente às Mudanças Impactantes do Setor de Energia Mundial”.

Segundo a presidente da MegaWhat Consultoria, Ana Carla Petti, o consumo de energia depende do crescimento econômico: “essa é uma relação direta e forte”.

O aumento de fontes renováveis, como eólica e solar, também é um ponto abordado nesse estudo. Em 2005, essas fontes respondiam por 1% da potência instalada no Brasil e, hoje, elas representam 10%.

“Esse aumento deve-se a duas razões: a sociedade mundial busca pela descarbonização e o custo de investimento dessas fontes reduziu muito nos últimos anos”, complementou Ana Carla durante sua apresentação.

Por outro lado, essas são fontes intermitentes, ou seja, têm geração apenas em alguns horários durante o dia já que dependem de recursos naturais, havendo o desafio do atendimento à carga instantânea. Com isso, o mercado avalia  a utilização do  gás natural.

“É uma fonte natural, renovável, com flexibilidade operativa e o Brasil tem em abundância”, explica a executiva sobre o gás.

A bateria para armazenamento de energia aparece também como uma tendência e possível caminho para reduzir o estresse do sistema elétrico durante o horário de pico e também suavizar a variação da geração das fontes renováveis, uma vez que ela pode armazenar o recurso nos horários com menos consumo. De 2010 a 2018, o custo das baterias de íon e lítio reduziu em 85%, chegando a US$176/kWh.

Diante de um cenário complexo e com muitas regulações, a organização e atualização de todas as informações disponíveis são essenciais para a atuação no setor elétrico. Esse é o propósito da MegaWhat. “Ambiente de negócio competitivo, descentralizado e com muita informação”, conclui Ana Carla.

Confira o estudo completo aqui.

9 thoughts on “Quais são as tendências para o setor elétrico no Brasil?

  1. Unquestionably believe that which you stated. Your favorite reason appeared to be on the
    net the simplest thing to be aware of. I say to you, I certainly get annoyed while people think about
    worries that they plainly don’t know about. You managed to hit the nail upon the top and also defined out the
    whole thing without having side effect , people could take a
    signal. Will probably be back to get more. Thanks

  2. Pretty section of content. I just stumbled upon your web site and in accession capital to say that
    I acquire in fact loved account your weblog posts.
    Any way I will be subscribing in your feeds or even I achievement you get right of
    entry to consistently rapidly.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome *