Como o preço da energia pode variar de acordo com as chuvas

Entenda porque alguns reservatórios influenciam mais que outros na formação do PLD

Na primeira semana operativa de abril de 2018, a diminuição do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o valor mínimo (R$ 40,16/MWh), em todos os submercados, esteve em pauta no mercado de energia.

Tivemos três principais fatores que influenciaram a queda do preço ao piso. O primeiro foi a elevação das afluências previstas no Sudeste/Centro-Oeste e Sul. Os demais foram mencionados no post “QUAIS MOTIVOS LEVARAM À REDUÇÃO DO PREÇO DA ENERGIA NO INÍCIO DE ABRIL?”.

Sobre as variações das vazões

Apesar da redução do PLD na virada do mês, a revisão da previsão de Energia Natural Afluente (ENA)*, a partir da segunda semana, ocasionou uma mudança no cenário acarretando no aumento de preço.

O PLD aumentou em todas as regiões devido à expectativa de afluências mais pessimistas para o Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Nordeste.

Apesar dos níveis dos reservatórios no Sistema Interligado Nacional (SIN) estarem mais elevados do que no mesmo período do ano passado, conforme gráfico abaixo, a volatilidade também é causada pelos baixos níveis dos reservatórios nas principais usinas do Sudeste/Centro-Oeste, como por exemplo, Furnas, Emborcação e Nova Ponte.

*Energia Natural Afluente: quantidade de água chegando em uma usina que é capaz de ser transformada em energia.

Quais são os reservatórios com maior capacidade?

O submercado Sudeste/Centro-Oeste é responsável por 70% da capacidade total de armazenamento do país, sendo as principais bacias as do Rio Grande e Paranaíba. As principais usinas de cada bacia estão com armazenamento abaixo dos 35% da capacidade máxima, exemplo de Furnas e Nova Ponte. Já o Sul, está com um índice maior de armazenamento, mas o submercado representa 7% da capacidade total do país.

Na tabela abaixo, destacamos as principais bacias de cada submercado e o volume útil dos principais reservatórios.

FONTE: ONS
FONTE: ONS
Tabela dos subsistemas com as principais bacias e reservatórios do Sul
FONTE: ONS

 

FONTE: ONS

 

Tabela dos subsistemas com as principais bacias e reservatórios do Norte

 

*Capacidade de armazenamento de energia da bacia/reservatório em relação ao subsistema considerando todos os reservatórios cheios.

 Relembre o Infográfico “Saiba onde fazer a dança da chuva” para baixar o preço de energia.